Ataque terrorista

24/02/2015 06:27

Nove pessoas morrem em ataque de atirador na República Tcheca
Um atirador abriu fogo contra um restaurante em uma pequena cidade no leste da República Tcheca nesta terça-feira, causando a morte de oito pessoas e deixando uma garçonete seriamente ferida antes de se suicidar, informou a polícia local.

O atirador é um homem de 60 anos da própria cidade, informou o prefeito de Uhersky Brod, Patrik Kuncar.

A rádio pública do país informou que o autor do crime ligou para uma estação de televisão local antes de realizar o ataque, queixando-se que a polícia não estava resolvendo os seus problemas e ameaçando fazer um ataque.

O ministro do Interior do país, Milan Chovanec, ressaltou que o homem tinha apenas a licença das armas que portava durante o ataque. "Não foi um ataque terrorista", ressaltou.

O atirador estava armado com duas pistolas e abriu fogo contra os policiais que se aproximavam, disse Chovanec.

Este é o pior ataque do gênero na curta história do país. A República Tcheca se tornou uma nação independente em 1993, após a divisão da Tchecoslováquia.

O ataque chocou a cidade de apenas 17 mil habitantes, que fica a 300 quilômetros ao sudeste de Praga, a capital do país. "Ninguém acreditava que algo assim poderia acontecer em uma cidade tão pequena", disse o prefeito. "Eu mal posso imaginar quais serão as consequências para a vida futura na cidade."

As vítimas foram identificadas e eram todas da região, disse o ministro.

O chefe da polícia local, Tomas Tuhy, disse que as autoridades não quiseram revelar mais informações sobre o caso por causa da investigação em curso. Fonte: Dow Jones Newswires.